Membros

Lembrar de mim

1/7

Uma Busca por Atlântida

  • Atualmente 0.00/5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Avaliação: 0.0 de 0 votes
Submetido por: admin | Categoria: Grandes Mistérios | Visualizações: 1237 | Comentários: 0
Luzes Desligadas

Descrição

Documentário: O Dilúvio ou Uma Busca por Atlantida. Platão é conhecido pelos estudantes de ocultismo, esoterismo e da Sabedoria Antiga, como um iniciado, assim como outros filósofos como Pitágora e Sócrates. Platão em seus diálogos Timeu e Critias, conta que Solon, ao visitar o Egito, ouviu de um alto sacerdote (provavelmente um hierofante) algo sobre essas tradições ancestrais que falavam sobre Atlantida, uma ilha localizada para além dos pilares de Heracles, onde o Mediterrâneo terminava e o Oceano começava. Outras personalidades ligadas ao esoterismo e a metafísica também escreveram sobre a Atlantida, como Helena Petrovna Balvatsky, fundadora da Sociedade Teosófica, e Edgar Cayce, famoso clarividente, apelidade de o profeta adormecido. Atlantida, tem sido referida como uma civilização extremamente avançada, até mais do que a nossa sociedade atual. Escrituras antigas orientais nos contam sobre as famosas Vimanas, naves voadoras que guerreavam nos céus. A teoria dos \"astronautas antigos\", que foi primeiramente abordada por Eric Von Daniken em seu clássico: Eram os Deuses Astronautas?, e alguns outros estudos de mitologia antiga como a da Suméria, por Zecharia Sitchin, estudos quais, nos remetem a noções tecnológicas \"avançadas demais\" para a época de um passado muito antigo, nos sugerem, que essas podem ser as evidências da existência de uma civilização extremamente antiga e que precedeu a nossa, mas por alguma razão, desapareceu. Muitos defendem que essa razão seria a de um cataclismo global. Então, os astronautas e naves pintados e esculpidos pelos antigos, assim como os descritos nas mitologias antigas, seriam antes de evidências de seres de outros planetas, evidências de outras humanidades que já existiram e foram muito mais avançadas que a nossa.

Tags



Coloque seu comentário









* Por favor, mantenha seus comentários curtos. Max 400 caracteres.


Comentários

Seja o primeiro a comentar este vídeo.