Amrita

Sobre um rato, sobre Deus

Assim diz uma antiga estória…. [dropcap]U[/dropcap]m asceta estava meditando em uma caverna. De repente, um rato entrou e deu uma mordida em sua sandália. Aborrecido, o asceta abriu os olhos. ¬ Por que você está perturbando a minha meditação? ¬ Estou com fome – guinchou o rato. ¬ Vai embora, rato louco – pregou o asceta – Estou procurando a união com Deus. Como se atreve a me perturbar? ¬ Como espera tornar-se um com Deus – perguntou o rato – se nem mesmo consegue tornar-se um comigo?

Continue lendo