Tag

anedota

Amrita

Uma sopa de pato…

Quando a fonte original é perdida, mas se deseja obter a mesma experiência original somente pela repetição superficial ou mecânica de um padrão ou método que não se compreende a real dinâmica, valor ou profundidade… Quando se contenta ou se resume com o mero papaguear de supostos ensinamentos espirituais/esotéricos/religiosos, esperando com isso, os mesmos efeitos ou resultados da experiência em si, que deu origem a eles… Aconteceu com Nasruddin: +++ Saído de algum lugar das profundezas do país, um parente distante de Nasruddin veio visitar o mullá e trouxe-lhe um pato de presente. Encantado, Nasruddin mandou cozinhar a ave e…

Continue lendo
Amrita, Especial

Ajuda a quem se ajuda…

Uma pequena e profunda anedota budista: Um monge budista caminhava pelas ruas de uma grande cidade, tendo ao seu lado um discípulo. Ambos avistaram um homem caído ao chão. O monge manteve o rosto impassível e seguiu seu caminho. O discípulo olhou para o mestre, olhou para o homem caído e esboçou um gesto em direção ao chão, com a intenção de ajudar o homem a se levantar. O mestre impediu e indicou-lhe para continuar sua caminhada. Caminharam em silêncio, cada qual absorto em seus próprios pensamentos. O discípulo não compreendia a atitude de seu mestre, que sempre lhe ensinou…

Continue lendo
Amrita

Amrita

Escrevo esse post para inaugurar uma nova seção no Inconsciente Coletivo chamada Amrita. Amrita é uma palavra sânscrita que significa Imortalidade – “sem morte”. Na mitologia hindu, é conhecida como o “Néctar dos Deuses”, ou a bebida dos deuses, que dá a eles a imortalidade. É a água da vida. Está relacionada etimologicamente com a Ambrosia dos gregos. Possui outras significações em outras tradições, mas no contexto que intenciono aqui, o significado pretendido está relacionado com tudo aquilo que “mata a sede” espiritual, que coloca o ser em meditação, que proporciona uma reflexão que transcenda o “eu ordinário”. Enfim, serão…

Continue lendo
Fechar