O título pode parecer paradoxal, ainda mais por causa do autor: James Arthur Ray. Neste artigo, traduzido por mim, ele explica porque palestras ou palestrantes motivacionais não têm o poder de motivar alguém. Na verdade, penso que é como o que aconteceu com o “fenômeno O Segredo”. Apesar de tanto o livro como o DVD terem sido best-sellers batedores de recordes, todo um alvoroço ter sido criado na mídia, ninguém falar de outra coisa por meses; o que se nota, após a poeira ter baixado é que o “Segredo” entrou num ouvido e saiu no outro. É como se tivesse sido apenas um sonho bom, algo que poderia ser realmente bom se fosse de verdade, sabe? Mas o problema é que todo mundo “acordou” (ou, em outras palavras, perdeu a “motivação”, esqueceu a mensagem) um tempo depois… Observei que a esmagadora maioria das pessoas sequer entendeu o que a Lei da Atração vem a ser e apenas se empolgou com uma possibilidade de que isso poderia ser real, mas não se mantiveram firmes a essa idéia. No final, todo mundo voltou a fazer o que sempre fazia, a levar a mesma vidinha de sempre, achando que “no mundo real as coisas não são tão fáceis assim” ou “seria tão bom se as coisas fossem como no filme”. Bem, para quem pensou assim: “o seu desejo é uma ordem…” A motivação não é algo externo, não vem de fora. Assim como todas as outras qualidades importantes: determinação, responsabilidade, fé (não num sentido religioso), esforço etc. Mas vejamos o que James fala sobre isso:

+++

Palestrantes motivacionais não motivam… A motivação vem de dentro e ninguém pode fazê-lo por você ou para você. O que os palestrantes motivacionais podem potencialmente proporcionar é o ímpeto de mover você para ação. E ação (como sempre) é a chave.

Nove em cada dez vezes você irá descobrir que a “motivação” que recebe é na verdade algo que você “recupera”. Em outras palavras, alguém ou alguma coisa desperta uma lembrança de dentro de você – em um desses momentos extremos de clareza o seu pensamento o leva a um lugar de alta ressonância e você se lembra de quem é e do que é capaz.

Quando a onda de motivação passa por você, você é inspirado (em espírito) por um sentimento de poder e propósito. Você é catapultado para uma sensação de consciência elevada – o mundo, oportunidades, e potencialidades se expandem de maneira ilimitada ao seu redor. O que antes parecia impossível para a sua mente lógica/racional repentinamente parece completamente possível. Na verdade, não é somente possível… é certo!

Sim, nós todos já ouvimos os repetitivos clichês e chavões do gênero mas você não teve também aquele momento…embora sempre tão breve… em que (sendo lembrado de um poder além do seu intelecto limitado e habilidades físicas finitas), você sabia sem sombra de dúvida que poderia conseguir o aparentemente impossível?

Você já deve ter percebido que um terço da palavra motivação tem sua origem em “movimento”. Nos dizem freqüentemente que “conhecimento é poder”. … Este é um clichê cheio de besteira. Conhecimento não é poder… conhecimento nada mais é do que informação organizada; e por isso somente “poder potencial”. O verdadeiro poder somente é acessado e direcionado quando o conhecimento é posto em ação.

Para se conectar com o seu centro interior, onde a verdadeira motivação reside, você precisa retirar do caminho as suas próprias crenças auto-limitadoras e permitir que a sua habilidade Infinita flua ali. E isto nunca irá vir de uma fonte exterior, apesar de que pode ser despertado depois de uma exposição a uma fonte externa.

Todos os grandes sábios, professores e santos ensinaram em um único caminho-forma-modelo de que o poder para vencer na vida surge de maneira um tanto simples de duas coisas – você precisa estar constantemente:

– Estudando, compreendendo e se imergindo em coisas que o fortaleçam.

– Evitando as coisas que o enfraqueçam.

Então, apesar de ter deixado em mau tom o sempre popular “palestrante motivacional” no início desse texto, esses ubíquos guerreiros do lembrar-se e do relembrar-se carregam mesmo algum grau de poder e potencial de transformação. Plugando a sua mente em idéias e técnicas de uma natureza ampla em um mundo inundado de correntes de negatividade, pode ajudá-lo a permanecer plugado naquela fonte de poder que reside dentro de você.

Citando um axioma freqüentemente utilizado por palestrantes motivacionais, “não é o que você sabe que irá criar uma mudança na sua vida… é o que você faz com o que sabe.” Como resultado, a informação positiva e otimista a que você expõe a sua mente e corpo precisa ser colocada em ação – de maneira massiva, imediata e consistente!

Para ser verdadeiramente “motivado”, você precisa se conectar com o seu próprio centro de poder – ou, em outras palavras, com sua essência Divina interior. Como afirmado anteriormente, “se conectar” pode ser facilitado pelo se cercar e se expor de pensamentos de poder, e o mais importante: o poder potencial precisa ser colocado em movimento… movimento da sua cabeça para o seu coração e por fim, para os seus pés.