Osho em sua biblioteca

Osho em sua biblioteca

Vez ou outra eu posto aqui no blog algum texto ou insight de Osho. Mas hoje, resolvi escrever sobre algo que considero como uma curiosidade a respeito dele: o amor que tinha (e que eu compartilho 😉 ) pelos livros!

Segundo sites na internet, a biblioteca pessoal de Osho é considerada a maior do mundo: 150.000 títulos. Todos lidos por ele. Entre 1970 e 1981 ele lia de 10 a 15 livros por dia! A imensa coleção de obras iniciou quando ele era ainda criança, e os títulos eram conseguidos por livreiros de Puna e Mumbai (Índia).

A biblioteca, depois de reformada

Uma parte da biblioteca, depois de reformada

Na internet, encontrei um vídeo do próprio Osho falando sobre sua biblioteca. Ele conta as confusões que o seu crescente número de livros causava em sua casa; problemas que iam desde a óbvia falta de espaço até visitantes e parentes um tanto folgados que não só pegavam livros emprestados sem pedir, como os devolviam (às vezes…) todos riscados.  Ele diz que normalmente fazia esse tipo de pessoa comprar um livro novo…

A biblioteca de Osho era composta por livros dos mais diversos assuntos: religião, filosofia, psicologia, literatura, poesia. Ele era um leitor eclético e voraz. No vídeo, ele conta ainda que as crianças sabiam respeitar mais os livros do que os adultos, e que por isso, tinha várias crianças de sua família como “guardas” de sua biblioteca. Para Osho, um livro era um caso de amor. E acho que o mesmo vale para todos os que realmente apreciam os livros e a leitura.

Osho, escolhendo um título de sua vasta coleção

Osho, escolhendo um título de sua vasta coleção

Infelizmente, não consegui encontrar o vídeo legendado em português, nem o original só em inglês. O único que descobri disponível é um legendado em espanhol. Mas, tanto para quem entende inglês, como para quem arranha no espanhol, é possível compreender o que mostra vídeo sem muitos problemas!

O vídeo possui 15 minutos:

http://video.google.com/videoplay?docid=-2834891596045121482&ei=om6cSb6GDYHo-AG11YzMAw&q=osho+espa%C3%B1ol&emb=1

Alguns dos títulos que Osho mais gostava:

  • Ana Karênina – L. Tolstói
  • Assim Falava Zarathustra – F. Nietzche
  • Tao Te Ching – Lao Tzu
  • O Profeta – Khalil Gibran
  • Folhas de Relva – Walt Withman
  • Dhammapada – Gautama Buda
  • Siddharta – Hermann Hesse
  • Aos Pés do Mestre – J. Krishnamurti
  • Mulla Nasruddin – estórias de Mulla Nasruddin
  • O Espírito Zen – Alan Watts
  • O Ser e o Nada – Jean-Paul Sartre
  • Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll
  • Os Analectos – Confúcio
  • O Manifesto Comunista – Marx e Engels
  • I Ching – desconhecido
  • A Psicanálise e o Inconsciente – D.H. Lawrence
  • Investigações Filosóficas – Ludwig Wittgenstein
  • Poética – Aristóteles
  • Escute Zé Ninguém – Wilhelm Reich
  • Guerra e Paz – L. Tolstói
  • Sede de Viver – Irving Stone
  • O Talmude – autores judeus
  • O Sermão da Montanha – Jesus Cristo
  • Diálogos de Sócrates – Platão
  • Relatos de Belzebu a seu neto (Do Todo e de Tudo) – George Gurdjieff