A Mente Mestra pode ser definida como: “Coordenação de conhecimento e esforço, em um espírito de harmonia, entre duas ou mais pessoas, para a realização de um propósito específico.”

“Sucesso é o conhecimento com o qual você pode conseguir qualquer coisa na vida, sem violar os direitos dos outros, mas ajudando-os a consegui-lo.”

(Napoleon Hill)

Nessa segunda visita de Napoleon Hill, ele nos introduz ao Princípio da Mente Mestra.

A Mente Mestra nada mais é do que a cooperação entre duas ou mais mentes, de modo harmonioso (do contrário não há Mente Mestra!), visando alcançar um propósito específico. À primeira vista este princípio pode parecer pouco importante, talvez até dispensável, mas não se engane. A grande sacada da Mente Mestra, como proposta por Hill, é diminuir o tempo que você levaria sozinho para conseguir alguma coisa. É muito mais difícil conseguir ou conquistar algo quando se está totalmente sozinho. Não é impossível, claro, mas o tempo, o esforço ou os recursos que você poupa tendo o auxílio de pessoas-chave, podem ser investidos de outras formas melhores.

mentemestra

Perceba que foi dito “pessoas-chave”. Quando se fala em Mente Mestra, ou melhor, em criar uma aliança de Mente Mestra, é preciso ter em mente que as pessoas com quem você gostaria ou pretende se associar devem possuir características, habilidades, qualidades, recursos etc., que você não possui, mas que são importantes para o objetivo que você deseja alcançar.

Por exemplo, você tem somente uma ideia, mas você é tímido e ainda lhe falta a motivação. Uma boa aliança de Mente Mestra nesse caso seria com pessoas de personalidade magnética e motivadoras. Muitas vezes, as pessoas com quem você possui vínculos mais íntimos não são as pessoas ideais para uma aliança do tipo. Em resumo, procure por pessoas que possuem o que falta a você atualmente, e com quem você consiga manter um relacionamento harmonioso, tolerante e criativo.

O sucesso de uma Mente Mestra está exatamente na diversidade de habilidades, personalidades e experiências de cada integrante da aliança sendo utilizados em prol de um objetivo.

Por isso, lembrando a primeira visita de Hill, tenha um objetivo/propósito claro e definido. Ainda em dúvida como estabelecer um objetivo? Dá uma olhada então nesse post do blog do Felipe de Souza. Ele resumiu 8 passos para auxiliar na clareza de propósito!

Para finalizar, outra recomendação preciosa: não se preocupe com “concorrência”. Pensar em concorrência é pensar em falta, escassez, possibilidade de fracasso. O Universo não conhece escassez,  só Abundância. Tem espaço, recurso e oportunidades para todo mundo, principalmente para quem procura sempre fazer um bom trabalho. A partir do momento que você tem uma ideia, um sonho, uma meta; como preferir chamar, não hesite em colocá-la em prática. Só não perca o seu tempo precioso se comparando, lutando ou competindo com outros. Seja espontâneo, criativo, esforçado e dê o melhor de si, sempre. Quando você se preocupa em competir ou concorrer, você alimenta a sua mente com pensamentos e emoções de falta. E tudo o que você dá atenção, cresce: independente de ser bom ou ruim (são as conhecidas “crenças”). Tudo que cresce na sua mente você atrai.

E vamos a Hill:

http://www.youtube.com/watch?v=1j1Bu0kKaf0