História

22/09/2010

(Modelo de computador explica como Moisés separou o Mar Vermelho)


Simulação comprova teoria de que fortes ventos teriam empurrado água de volta para o rio e “aberto” o mar para os judeus

Dar explicações físicas para um milagre. Foi isso que Carl Drews e Weiqing Han do Centro Nacional de Pesquisas Atmosféricas (NCAR), da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, fizeram ao criar um modelo que simula por computador como o movimento do vento, descrito no Antigo Testamento, poderia ter separado as águas do Mar Vermelho. O trabalho foi publicado na revista científica PLoS ONE.

Ilustração mostra como a força dos ventos poderiam ter causado a divisão do Mar Vermelho
Ilustração mostra como a força dos ventos poderiam ter causado a divisão do Mar Vermelho

As simulações de computador mostram que um forte vento leste noturno, de mais de 100 km por hora, que durasse mais de 12 horas, poderia ter empurrado a água, para uma lagoa costeira ao longo do Mar Mediterrâneo. Assim um caminho teria se aberto, permitindo que as pessoas andassem com segurança em lodaçais no meio do Mar. Quando o vento amainou, as águas recuaram. Veja no vídeo abaixo:

Get Adobe Flash player

Eles descobriram que um vento de 63 km/h, com duração de 12 horas, teria empurrado as águas de 6 metros de profundidade. Este fato teria exposto sapais, durante quatro horas, criando uma passagem de 3, 2 km de comprimento e 5 km de largura.

moises

Quadro retrata o mar voltando ao normal e afogando os egípcios por um suposto comando de Moisés: milagre explicado

O estudo destina-se a apresentar um cenário possível de eventos que, de acordo com a Bíblia, ocorreu há mais de 3.000 anos. Mesmo assim, peritos têm dúvidas se eles realmente ocorreram. A pesquisa foi baseada em uma reconstrução dos locais prováveis e profundidades dos canais do delta do Nilo, que mudaram consideravelmente ao longo do tempo.

“As simulações são bastante fiéis ao que é relatado no Êxodo”, disse Carl Drews do NCAR, autor do estudo. “A separação das águas pode ser compreendida através da dinâmica de fluidos. O vento move a água de uma forma que, em conformidade com as leis da física, cria uma passagem segura de água em dois lados e, em seguida, abruptamente permite que a água retorne”.

E o mar se abriu

O livro do Êxodo descreve a fuga de Moisés e dos judeus do Egito. Enquanto eles estavam ficaram encurralados entre as carruagens egípcias e um corpo de água frequentemente identificada como o Mar Vermelho, um poderoso vento oriental soprou por toda a noite. As águas se abriram, deixando um caminho para que Moisés e os israelitas conseguissem escapar. Quando o exército do Faraó tenta persegui-los pela manhã, a água retornou abruptamente e os soldados morreram afogados.

Fonte: Último Segundo



Sobre a Autora

Karina
Olá, Sou a editora do site InconscienteColetivo.net.






 
 

 
eldorado3

(Pesquisadores revelam a verdade por trás do mito do El Dorado)

Interessantíssimo! Os grifos são meus: +++ Mítica cidade de ouro perdida na selva, cuja busca levou tantos à morte, era na verdade uma pessoa, dizem arqueólogos O sonho de encontrar El Dorado, uma mítica cidade de ouro pe...
por Karina
5

 
 
remissão2

Quando o Câncer desaparece: o curioso fenômeno da “Remissão Inesperada”

Este post introduz uma série de artigos que pretendo escrever e publicar no Inconsciente a respeito da relação Mente-Corpo e o surgimento de doenças. Aqui, trago um artigo que traduzi da – já outras vezes mencionada ...
por Karina
14

 
 
Fieis fotografam afrescos na igreja Sveti Dimitrije, em Skopje. Centenas de habitantes da cidade estão fazendo fila para ver as imagens e os afrescos que começaram a brilhar sem explicação aparente, um fenômeno que o pároco local não hesita em classificar de milagre

(Imagens de igreja da Macedônia brilham sem explicação)

Certamente um fenômeno curioso (partindo do pressuposto de que ninguém realmente arregaçou as mangas e se pôs a limpar/restaurar os afrescos anonimamente quando a igreja está fechada/vazia), mas ainda assim, é extremament...
por Karina
1

 




6 Comentários


  1. [...] Via http://inconscientecoletivo.net/modelo-de-computador-explica-como-moises-separou-o-mar-vermelho/ [...]


  2. Gilson Kukiel de Oliveira

  3. [...] This post was mentioned on Twitter by Renato Uchôa and Sávio Soares, Sávio Soares. Sávio Soares said: RT @renatouchoa: Modelo de computador explica como Moisés separou o Mar Vermelho. http://migre.me/1nuN7 [...]


  4. Incrivelmente esse vento forte o suficiente para empurrar gigalitros de água não foi forte o suficiente para empurrar reles seres humanos (os judeus em questão, começando por Moisés).
    Não sei quem eu levo a sério, a divinidade ou a ridicularização do divino.

    [Responda esse comentário]

    Karina respondeu:

    Pois é Aerson!

    Particularmente, fiquei pasma por terem encontrado algum fenômeno natural que talvez pudesse explicar esse “milagre”. Digo talvez, porque os próprios pesquisadores não podem dar um “veredicto” sobre o assunto, já que as condições do local certamente eram bem diferentes na época de Moisés. Fora que não dá para tomar todos os relatos bíblicos como provas fiéis para acontecimentos reais. Não porque a Bíblia “mente”, mas porque os livros da Bíblia sofreram tantas traduções e interpretações que muitas palavras e expressões sequer foram traduzidas corretamente. Além do mais, há a questão das metáforas e simbolismos. Quem garante que Moisés realmente abriu o mar para os judeus passarem? Muitos interpretam essa passagem como uma metáfora para a liberdade, ou ainda as águas simbolizarem um batismo, em que se passando por elas, você escapa do mundo perverso (Egito). Sinceramente eu leio essas passagens como metáforas, não como acontecimentos reais. Mas como não descarto a possibilidade de um evento desse tipo realmente ter acontecido, achei interessante que tentaram especular uma resposta física, natural para a questão. Mas é uma curiosidade, uma possibilidade, quem sabe? ;-)

    [Responda esse comentário]

    Karina respondeu:

    Como recebi alguns emails a respeito do tempo que o mar levou para se abrir, deixo registrado aqui no post as respectivas passagens bíblicas (tradução de João Ferreira de Almeida) que mencionam o “milagre”:

    Êxodo 14:21

    “Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o Senhor fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite; e o mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas.”

    depois, em Êxodo 14:27-28, sobre a morte dos egípcios:

    “Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar e o mar retomou a sua força ao amanhecer, e os egípcios fugiram ao seu encontro: e o Senhor derribou os egípcios no meio do mar,
    Porque as águas, tornando, cobriram os carros e os cavaleiros de todo o exército do Faraó, que os haviam seguido no mar: nem ainda um deles ficou.”

    Espero que isso ajude a esclarecer de onde os cientistas tiraram as “12 horas de vento”.

    lembrando que esse modelo é apenas um modelo ;-)

    [Responda esse comentário]



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>