“Os obstáculos são aquelas coisas terríveis que você vê quando desvia os olhos do seu objetivo.”

Henry Ford

A melhor maneira de não se sentir a pessoa mais azarada, mal amada, rejeitada ou burra do mundo é conhecendo as biografias de pessoas que deram certo na vida ou que foram exemplos em suas áreas de atuação. Todo mundo passa ou já passou por momentos e fases em que se sentiu o último dos seres humanos. Porém a diferença entre uma pessoa que fracassa e uma que é bem-sucedida é apenas uma atitude diferente: determinação. E antes de pensar que as pessoas que venceram são aquelas que tinham “menos problemas” ou “problemas menores” na vida, é melhor rever seus conceitos: problema não tem dimensão. O que para uns é o fim do mundo, para outros é a melhor oportunidade para conquistar seus objetivos. A questão aqui é puramente de posicionamento mental e emocional. Num post anterior eu havia trago alguns trechos do excelente livro “Os Princípios do Sucesso“, de Jack Canfield e Jane Switzer, a respeito da rejeição. Hoje, transcrevo um capítulo do livro “Histórias para Aquecer o Coração“, do mesmo autor. Neste capítulo ele traz apenas mais alguns exemplos de pessoas que teriam excelentes desculpas para desistir, e que mesmo assim foram em frente, lidaram com a rejeição, humilhação, julgamentos e preconceitos, e fizeram o que sonhavam.

+++

Quando quiser desanimar, pense nisso:

Fred Astaire

Fred Astaire

  • Depois do primeiro teste de Fred Astaire para o cinema, o memorando do diretor de testes da MGM, datado de 1933, dizia: “Não sabe atuar! Levemente careca. Dança um pouco!” Fred Astaire colocou esse memorando sobre a lareira da sua casa em Beverly Hills.
Sócrates

Sócrates

  • Sócrates foi chamado de “um corruptor imoral da juventude.”
  • Quando Peter J. Daniels estava na quarta série, sua professora, a senhora Phillips, dizia sempre: “Peter J. Daniel, você não é bom, você é uma maçã estragada e nunca vai chegar a nada.” Peter era completamente analfabeto até os 26 anos. Um amigo se dispôs a ficar acordado uma noite inteira e ler para ele “Pense e enriqueça“. Agora, Peter é um homem de grande sucesso e acaba de publicar seu último livro: “Sra. Phillips, a senhora estava errada!”
Louisa May Alcott

Louisa May Alcott

  • Louisa May Alcott, autora de “Mulherzinhas“, foi aconselhada pela família a procurar colocação como empregada ou costureira.
Ludwig van Beethoven

Ludwig van Beethoven

  • Beethoven era desajeitado com o violino e preferia tocar suas próprias composições em vez de melhorar sua técnica. Seu professor o considerava sem esperança como compositor.
Enrico Caruso

Enrico Caruso

  • Os pais do famoso cantor de ópera Enrico Caruso queriam que ele fosse engenheiro. Seu professor dissera que ele não tinha voz e não era capaz de cantar.
Charles Darwin

Charles Darwin

  • Charles Darwin, pai da Teoria da Evolução, desistiu da carreira médica e ouviu de seu pai: “Você só liga para caça e cachorros.” Em sua biografia, Darwin escreveu: “Eu era considerado por todos os meus mestres e por meu pai um garoto comum, intelectualmente bem abaixo do padrão médio.”
Walt Disney

Walt Disney

  • Walt Disney foi despedido pelo editor de um jornal por falta de idéias. Ele também foi à falência várias vezes antes de construir a Disneylândia.
Thomas Edison

Thomas Edison

  • Os professores de Thomas Edison disseram que ele era burro demais para aprender qualquer coisa.
Albert Einstein

Albert Einstein

  • Albert Einstein só falou aos quatro anos de idade e só leu ao sete. Seu professor o descreveu como “mentalmente lento, não-sociável e sempre perdido em seus sonhos.” Foi expulso da escola e recusado na Escola Politécnica de Zurique.
Louis Pasteur

Louis Pasteur

  • Louis Pasteur foi um aluno apenas medíocre no primeiro ano da faculdade, e entre vinte e dois alunos de química, foi o décimo quinto.
  • Isaac Newton foi péssimo aluno no primeiro grau.
Rodin

Rodin

  • O pai do escultor Rodin disse: “Meu filho é um idiota.” Descrito como o pior aluno da escola, Rodin foi reprovado três vezes na admissão à escola de artes. Seu tio o considerava um caso perdido.
Leon Tolstói

Leon Tolstói

  • Tolstói, autor de “Guerra e Paz“, foi desligado da faculdade e descrito como “incapaz de aprender e sem vontade de fazê-lo.”
  • O dramaturgo Tennessee Williams ficou enraivecido quando sua peça “Eu, Vasha” não foi escolhida num concurso entre alunos da Universidade de Washington, onde estava matriculado na cadeira de inglês.
Henry Ford

Henry Ford

  • Henry Ford fracassou e foi à falência cinco vezes antes de, finalmente, ser bem-sucedido.
Winston Churchill

Winston Churchill

  • Winston Churchill foi reprovado na sexta série. Só se tornou primeiro-ministro da Inglaterra aos sessenta e dois anos, depois de uma vida de derrotas e fracassos.
Richard Bach

Richard Bach

  • Dezoito editoras recusaram a história de dez mil palavras de Richard Bach sobre uma gaivota que planava, “Fernão Capelo Gaivota“, antes que a Macmillan finalmente a publicasse, em 1970. Em 1975, ele já vendera mais de sete milhões de exemplares só nos Estados Unidos.