Arqueologia

13/04/2009

(Arqueólogos encontram múmias em necrópole no Egito)

Mais artigos de »
Escrito por: Karina
Tags:, , , , ,

As múmias foram pintadas de turquesa, ocre e dourado

As múmias foram pintadas de turquesa, ocre e dourado

Uma equipe de arqueólogos egípcios descobriu, no sul do Cairo, um cemitério com dezenas de múmias pintadas de turquesa, ocre e dourado, algumas delas de 4 mil anos, anunciou o diretor de antiguidades egípcias.

“A missão encontrou dezenas de múmias em 53 tumbas cavadas na rocha – disse Zahi Hawass à AFP, acrescentando que “quatro das múmias remetem à 22ª dinastia (931-725 a.C.) e são consideradas das mais belas múmias já descobertas”.

Segundo ele, outras datam do Médio Império (2061-1786 a.C.). As múmias, cobertas de linho, estão bem conservadas. A equipe encontrou ainda 15 máscaras pintadas, além de amuletos e cerâmicas

A necrópole foi descoberta perto da pirâmide de Ilahun, no Fayum, sul do Cairo. De acordo com o chefe da equipe, Abdel Rahme el Ayedi, também foi descoberta uma capela funerária, que serviu, provavelmente, até a época romana.

Outras imagens:

Fonte: Terra/AFP



Sobre a Autora

Karina
Olá, Sou a editora do site InconscienteColetivo.net.






 
 

 
Castelo Tokat, ao norte da Turquia, onde se acredita que o príncipe Vlad Tepes tenha sido mantido preso

‘Masmorras de Drácula’ podem ter sido descobertas por Arqueólogos turcos

Acredita-se que o príncipe Vlad Tepes, o Empalador, tenha sido mantido refém pelos Otomanos no castelo Tokat, no norte da Turquia, no início do século 15. O arqueólogo Ibrahim Çetin, que faz parte da equipe de restauro d...
por Karina
0

 
 
A imagem foi encontrada em uma pátena feita de vidro verde e que pôde ser reconstituída em mais de 80%

(Uma das mais antigas imagens de Cristo é achada na Espanha)

Descoberta foi feita nas ruínas de um prédio dedicado ao culto religioso na antiga cidade de Cástulo Um Cristo sem barba, de cabelos curtos e vestindo uma túnica. Gravada em um prato de vidro do século IV, esta atípica r...
por Karina
1

 
 
Uma nova pesquisa sugere que a gênese da mumificação no antigo Egito pode ter acontecido 1.500 anos antes do que se havia previamente pensado

(Múmias apareceram no Egito muito antes da era dos faraós)

O estudo, em inglês, pode ser acessado clicando aqui. +++ Descoberta foi anunciada em um estudo publicado na revista científica PLOS ONE A mais remota evidência da mumificação no Egito sugere que a prática de embalar corp...
por Karina
2

 




5 Comentários


  1. Naiana

    gostei muito, da ate vontade de ser arqueóloga.

    [Responda esse comentário]


  2. miguel

    eu achei muito legal

    [Responda esse comentário]



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>