Apesar da chamada da notícia, o fato não é novo. Já havia inclusive postado uma notícia anterior dessa descoberta aqui no blog. Mesmo assim, posto esta nova notícia, por trazer algumas informações atualizadas sobre o andamento das pesquisadas na cidade dos Chachapoyas.

+++

Pesquisadores encontraram, entre a Cordilheira dos Andes e a Amazônia, ruínas de uma civilização mais antiga que a dos Incas, chamada Chachapoyas. Considerada uma das primeiras cidades da América, a região era separada por uma grande muralha de 600 metros de comprimento e 30 de altura.

Da cidade, sobraram vestígios de 420 casas. Todas as construções possuem formas arredondadas. Segundo os arqueólogos, o povo chachapoyas acreditava na cultura eterna. Por isso o uso da circunferência, que não tem começo nem fim.

De acordo com os pesquisadores, as casas maiores deveriam abrigar de 6 a 8 pessoas, que já vivam de maneira organizada. Os buracos na parede, como se fosse um armário embutido para guardar roupas e pertences, indica o estilo de vida. Para Julio Rodrigues, arqueólogo que comanda as pesquisas, o antigo povo vivia em sociedade com políticas e economias muito bem estabelecidas.

As escavações continuam e estão sendo realizadas cuidadosamente, já que no local foram encontrados alguns crânios e restos de cerâmicas. O principal objetivo do arqueólogo agora é descobrir como a civilização Chachapoyas desapareceu.

Fonte: National Geographic Brasil