Arqueologia

12/09/2009

(Arqueólogos descobrem imagem de menorá de 2.000 anos)

Mais artigos de »
Escrito por: Karina
Tags:, , , ,


O menorá, retratado sobre um pedestal, está entalhado em uma pedra encontrada em sinagoga

JERUSALÉM – Arqueólogos israelenses encontraram uma antiga representação de um menorá, o candelabro de sete braços que se tornou um símbolo do judaísmo, informa a Autoridade de Antiguidades de Israel.

O menorá foi gravado numa pedra há cerca de 2.000 anos, e descoberto numa sinagoga perto do mar da Galileia. Cerâmicas, moedas e ferramentas encontradas no local indicam que a sinagoga é da época do Segundo Templo de Jerusalém, onde o menorá era mantido, disse a arqueóloga Dina Avshalom-Gorni.

O escultor pode ter visto o menorá durante uma peregrinação e, então, recriado a imagem na sinagoga, sugeriu ela.

O bloco de pedra com o menorá entalhado na face frontal

Um pequeno número de imagens do menorá da mesma época já havia sido encontrado, disse ela, mas esta é especial porque estava dentro de uma sinagoga e longe de Jerusalém, ilustrando a ligação entre os judeus da região de Jerusalém e os da Galileia, ao norte.

O menorá, retratado sobre um pedestal, está entalhado em uma pedra que ficava no salão central da sinagoga.

O Templo de Jerusalém foi destruído por legiões romanas no ano 70. O Arco de Tito, em Roma, erigido para celebrar a vitória, mostra soldados romanos carregando o menorá para fora de Jerusalém. Hoje, o candelabro faz parte do selo oficial do Estado de Israel.

A maioria das imagens do menorá foi feita após a destruição do templo, e se esta descoberta é realmente anterior, ela poderia ser uma representação mais próxima do original, disse o arqueólogo Aren Maeir.

“Se você tem um retrato do menorá do tempo do templo, as chances são de que ele seja mais preciso e retrate o objeto propriamente dito”, disse ele.

Arqueólogo limpa a areia de um mosaico no sítio arqueológico onde os vestígios de uma sinagoga de cerca de 2 mil anos foram encontrados, na praia de Migdal, ao norte do país. A construção foi feita no período do Segundo Templo do judaísmo (de 50 a.C. a 100 d.C.). Esta é a sexta sinagoga daquele período histórico encontrada no mundo

Arqueólogo limpa a areia de um mosaico no sítio arqueológico onde os vestígios de uma sinagoga de cerca de 2 mil anos foram encontrados, na praia de Migdal, ao norte do país. A construção foi feita no período do Segundo Templo do judaísmo (de 50 a.C. a 100 d.C.). Esta é a sexta sinagoga daquele período histórico encontrada no mundo

Fonte: Estadão/AP



Sobre a Autora

Karina
Olá, Sou a editora do site InconscienteColetivo.net.






 
 

 
A descoberta do templo Thom Dab

Ruínas de ‘civilização perdida’ são descobertas no Camboja

As informações são da EFE e do jornal The Sydney Morning Herald: +++ Uma equipe arqueológica encontrou as ruínas de uma cidade medieval construída há 1,2 mil anos na floresta do noroeste do Camboja, informou neste sába...
por Karina
0

 
 
Pintura rupestre encontra no México, retrata pessoas, animais, insetos, e imagens abstratas

(México descobre 5 mil pinturas rupestres)

Os grifos são meus: +++ Cerca de 5 mil pinturas foram encontradas em região que se acreditava, até então, nunca ter sido habitada Arqueólogos no México descobriram 4.926 pinturas rupestres em Burgos, no Estado de Tamaulip...
por Karina
0

 
 
No museu Speculum Alchimiae ("Espelho da Alquimia") é exibida ao público a receita original do elixir da juventude eterna, com suas 77 ervas

(Achado arqueológico revela as 77 ervas do “elixir da juventude”)

Os grifos são meus… Tentei encontrar o museu na internet, mas só encontrei outras notícias como esta… tal receita é uma curiosidade das mais interessantes… +++ Quase 80 ervas medicinais maceradas em álcoo...
por Karina
4

 




0 Comentários


Seja o (a) primeiro (a) a comentar!


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>