Já algum tempo que pensava em escrever um post sobre esse famoso e ao mesmo tempo não famoso paranormal, chamado Alex Tanous. Digo “não famoso” pelo fato de quase não haver informações sobre ele na internet, a não ser pelo site de sua própria fundação, a Alex Tanous Foundation. Em português então é praticamente nulo, a não ser por umas poucas e vagas citações. Pretendo mudar um pouco isso agora…

Alex Tanous foi um paranormal/sensitivo notável, foi associado e também objeto de estudo durante 22 anos da ASPR ( American Society of Psychical Research – Sociedade Americana de Pesquisa Psíquica), uma das mais antigas e tradicionais organizações de pesquisa psíquica do mundo.

Atualmente é possível ver um pouco mais do que era o trabalho dele (já que Alex faleceu em 1990), pela série de programas “Assombrações“, do Discovery Channel. Em alguns dos episódios de “Assombrações” são contadas histórias em que houve a presença de Alex para investigar ou solucionar o problema. Normalmente ele está associado à Igreja Católica (ele quase foi padre), o que parece um pouco estranho, já que um dos dons atribuídos a ele é o de conseguir se comunicar com “espíritos”. Alex também colaborava com o FBI. Partindo dos relatos das testemunhas e dramatizações dos casos feitos pelo programa, mais estranhas ainda eram as “reações” que as “casas assombradas” tinham na presença dele (inclusive, foi o primeiro paranormal a pisar na suposta casa assombrada que deu origem à lenda de Amityville e a dizer que ela era uma fraude). Era como se a simples presença de Alex nessas casas realmente incomodasse alguém ou alguma coisa, tendo ele corrido muitas vezes risco de se machucar. De todos os paranormais/médiuns/sensitivos que aparecem nas histórias contadas pelo programa, Alex certamente se destaca como sendo o mais “poderoso”.

Inclusive, apesar do que normalmente se acredita, dons mediúnicos e paranormais genuínos não são tão comuns. Muito pelo contrário. São raros os casos reais documentados e estudados em que se confirmou o dom. São incrivelmente poucos os paranormais/médiuns que realmente possuem um dom fora do normal. A maioria das pessoas que alegam ter esse tipo de habilidade são apenas pessoas frustradas e carentes, querendo, e muito, chamar a atenção e se sentirem especiais e admiradas.

Alex possuía inúmeras habilidades paranormais, sendo a mais famosa a da “Projeção Astral” (“sair do próprio corpo” com a consciência ou espírito), a qual ele tinha pleno controle; e a mais arrepiante, a de ter impressões sobre a morte de uma pessoa só de apertar a mão dela…

No Youtube há um pequeno vídeo, em Inglês, com algumas fotos e falando um pouco sobre ele:

Traduzi, do site da Fundação Alex Tanous, uma breve biografia sobre esse talentoso e estudioso paranormal:

“Antes de ter nascido – antes mesmo dos seus pais terem se conhecido – foi previsto que ele teria poderes psíquicos. ‘Você terá um filho,‘ Kahlil Gibran aconselhou ao pai de Alex, ‘um homem com dons excepcionais, de grandes habilidades – mas também um homem de grandes tristezas’. Alexander Tanous, nascido em Van Buren, Maine, em 1926, começou a demonstrar poderes psíquicos fora do comum com a idade de 18 meses. Quando tinha 9 anos ele predisse de maneira exata a iminente morte de um amigo da família aparentemente saudável. Aos 13, advertiu o filho de um vizinho à respeito de cruzar as linhas de trem – e em pouco tempo, o menino foi morto por um trem. Coincidência? Não de acordo com as evidências dos seus próximos anos.

Descendente de pais paranormais, ele nasceu com um véu, a cruz mística e uma estrela de cinco pontas em sua mão esquerda, as marcas tradicionais de um paranormal. Em 1960, Alex tomou consciência de que possuía não só o poder psíquico tradicional de prever o futuro, mas também uma grande variedade de outras habilidades. Com a idéia de avançar o conhecimento científico nesta área, ele se submeteu à ASPR para ser testado. O Dr. Karlis Osis, diretor da ASPR, disse, ‘Em uma série de testes de PES feitos com o Dr. Tanous em que ele teve pontuações muito altas, a lei da probabilidade de que foram por sorte eram de 1 entre 3000.’ As probabilidades de que sua pontuação no teste fosse coincidência foram de 99,9% contra.

O Dr. Tanous completou uma educação clássica no Boston College, e colecionou um impressionante número de diplomas – Mestrado em Filosofia pelo Boston College em 1960, Mestrado em Ciências Sagradas e trabalho de Doutorado na Fordham University, Mestre de Ciência em Educação e Aconselhamento pela Universidade do Maine, em 1973, Doutor em Divindade pelo College of Metaphysics em Indiana, em 1965. Entre 1965 e 1967 Alex lecionou Teologia no Manhattan College e St. Johns University, ambos localizados na cidade de Nova York. Em anos mais recentes deu aulas de Fenômenos Psíquicos e tópicos relacionados na University of Southern Maine.

De 1968 até o momento de sua morte, ele esteve associado com a ASPR. Durante este tempo ele serviu como o principal e talentoso objeto de testes em muitos experimentos. Alex também aplicou seus talentos no diagnóstico e tratamento de desordens em uma clínica psiquiátrica da Pensilvânia e para estudos de Cura Psíquica conduzidos na McGill University, no Canadá.

Outros poderes de Alex documentados pela ASPR foram: projeção astral, bilocação, PES (ESP), psicometria, o teste Bergman, e todas as suas previsões passadas. Adicionalmente, ele demonstrou a habilidade de praticar teleporte, cura pela fé, comunicação com fantasmas, solidificar luz e projetar seus pensamentos em uma tela.

A sua reputação de paranormal talentoso o fez ser convidado para lecionar em várias importantes universidades e organizações pelo mundo todo. Ele também foi o foco de artigos de revista e jornais, e convidado em muitos programas de rádio e televisão, e participou em inúmeros documentários sobre Fenômenos Psíquicos. Ele também foi autor de vários livros, incluindo ‘Beyond Coincidence‘ e ‘Understanding and Developing Your Child’s Natural Psychic Abilities‘.

Alex também apareceu nos seguintes filmes:

– Journey into the Beyond

– Mysteries Beyond the Triangle

– Alex Tanous and ESP Atomic et Galaxie

– Jupiter Menace