A Fonte da Juventude

Já faz algum tempo desde a minha última atualização deste site, e, para recomeçar com o pé direito, resolvi que iria escrever umas linhas à respeito de um dos livros mais interessantes (e intrigantes, diga-se de passagem) que já li. O nome, é o título deste post: A Fonte da Juventude. O autor: Peter Kelder. O livro foi escrito em 1939, e desde então por onde passa tem provocado assombro. Sério. O livro realmente assusta. Apesar de ser fininho, a quantidade de informações que você consegue extrair por parágrafo é imensa. Totalmente objetivo, o livro promete ensinar como rejuvenescer (de uma maneira que alguns possam achar milagrosa) de um modo bem simples: praticando os Cinco Ritos Tibetanos.

Mas antes de explicar o que são esses ritos, vou explicar como tudo isso começou (pelo menos, segundo o autor). Um belo dia Peter Kelder, sentado em um banco de um parque, começa a conversar com um senhor, aparentando uns 70 anos, que havia acabado de sentar ao seu lado. Peter descobre que este senhor era um oficial reformado do Exército Britânico, e que por isso já havia viajado muito pelo mundo. O autor não revela o nome verdadeiro deste oficial, apenas o chama de “coronel Bradford”. Pois bem. Ao longo do livro, Peter nos conta as aventuras incríveis relatadas pelo coronel Bradford. Dizia ele que enquanto servia na Índia, tinha entrado em contato com muitas lendas e histórias à respeito de mosteiros em lugares remotos e dos “lamas” ou sacerdotes tibetanos que ali viviam,  que conheciam o segredo da Fonte da Juventude.

Segundo a lenda, esse conhecimento era passado de geração para geração, há milhares de anos, entre os membros dessa comunidade. O que se falava desse mosteiro e dos verdadeiros “milagres” que já havia operado em idosos que ali tinham morado, maravilhou o coronel. No entanto, nenhuma dessas pessoas que haviam lhe contado a história sabia a localização exata do lugar. Mas, para encurtar a história, um belo dia o coronel sai em busca desse mosteiro, encontra-o, mora lá por alguns anos, e volta com o segredo: os Cinco Ritos Tibetanos.

Esses cinco ritos nada mais são que uma série de posições (muito parecidas com as da Yoga, mas mais antigas e puras), que, se praticadas diariamente, regulam o corpo de uma maneira tão incrível que fazem a pessoa REALMENTE rejuvenescer. E se curar de doenças. E perder peso, para quem está acima do ideal. E ganhar peso, para quem está abaixo do ideal. Os ritos fortalecem o corpo, acalmam a mente, promovem uma vitalidade que para muitos pode ser até “anormal”. Os relatos de quem os pratica são assombrosos: pessoas que rejuvenescem 20, 30 anos. Que tinham cabelos totalmente brancos/grisalhos e que voltam a ter os cabelos da cor natural. Que sofriam de artrite, artrose, sinusite, enxaquecas, problemas digestivos/gástricos etc etc etc, que “milagrosamente” se curaram, ou melhoraram.

O livro também traz informações sobre nutrição, chacras, mantrans e mantras e mais sobre a filosofia budista tibetana. Mas você não precisa ser budista para praticar os ritos. Muito menos para sentir os poderosos efeitos desta prática. É fazer para crer…